quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Compras - eu como bem na Irlanda

De uma coisa eu não posso reclamar: da comida em Dublin. No primeiros dias, não temos muitas opções, pois estamos conhecendo a cidade, e criando nosso estoque de matéria prima para cozinhar.
[Aldi, Parnell Street]

Supermercados: já visitei algumas redes,  e percebi que o importante é pesquisar, pois um mesmo produto varia de preço entre estabelecimentos, ou mesmo em dias diferentes. Por exemplo, um pacote de batatinha que custava 49 centavos o quilo num dia, está por 79 em outro. Um pimentão vermelho custava 1 €, e em outro dia um pacote com três, um vermelho, um verde e um amarelo, estava pelo mesmo preço. 

[LIDL, na Moore Street]

O TESCO e o SUPER VALU tem mais opções entre marcas diferentes, mas geralmente são mais caros do que o ALDI e o LIDL, que tem menos opções. Há também o ICELAND, no ILAC Shopping, com muita comida congelada, e bons preços em sucos, ovos e leite.

[Tesco, Parnell Street]

[Ilac Shopping, Parnell Street, aqui fica o Iceland]

Outras opções: na Moore Street há uma feirinha de rua, onde podemos comprar tomate, alface, tangerina, dentre outros mais baratos do que nos supermercados, quando estes não têm promoções. Tomate no TESCO custa 1,29€ um pacotinho com 6, e na rua você compra 10 ou 12 por 1€.

[banca de frutas e verduras, Moore Sreet]

[Dentro de um mercado de verdura; é o vizinho da loja de 2 Euros na foto abaixo; muita variedade e, o vendedor sabia o nome de um monte de coisa em português!]

E, não devemos esquecer das famosas lojinhas de 2Euros, que podem ser encontradas em vários locais da cidade. Lá, o lema é “marcas famosas por preços mais acessíveis”. Café, achocolatado, e guloseimas são encontradas por preços bastante competitivos. Sempre que entro, tento me segurar para não comprar 5 barras de chocolate ou pastilhas, por 2 € (Kit kat, toblerone, twix, pólo, mentos).

[Mercado de verduras, Loja de 2 Euros, Moore Street]

Para arriscar, entramos nas lojas polonesas, indianas, dentre outras, e podemos tentar comprar pelo que estamos vendo, pois os nomes estão nas respectivas línguas, ficando difícil entender alguns rótulos. Será que é iogurte, requeijão, maionese??? Nesse caso, prefiro recorrer aos supermercados! Por fim, não devemos esquecer as lojinhas brasileiras, onde podemos encontrar alguns produtos como farofa, feijão, arroz, flocos de milho, polvilho, farinha láctea, açaí, dentre outros, pra matar um pouco a saudade da velha comida brasileira.
[Loja de comida asiática, na Parnell Street]

Abaixo meu almoço de sábado: frango a kiev [1,79 - 2 porções, no Tesco], macarrão [0,85 pacte de 1Kg no Aldi], molho de tomate com cogumelos [0,85 Aldi], legumes cozidos [brócolis, couve flor, e cenoura baby 1,35, cerca de 1kg, no Iceland], tomate ao forno rechedo com pão e queijo [12 tomates por 1 euro na Moore Street, tampa do pão caixa 0,0 {ia por no lixo mesmo rsrs}, queijo 1,50 umas 9 fatias de emental no Tesco], a salada e o milho foram oferecidos por Alessandro e Jaqueline, custaram um "thank you"!


Para aqueles que não cozinham, há o velho macarrão instantâneo que pode ser encontrado por 25 centavos no ALDI, sardinha em lata por 50 centavos no TESCO, pão de forma por 65 centavos no TESCO, além dos congelados [pizza, lasagna, empanados, sanduíches, legumes, spaguetti], encontrados em todos os lugares, que precisam apenas ser levados ao forno ou microondas. 

Bon Appetit!

9 comentários:

  1. Nossa, como a comida aí é acessível! Vou mudar pra aí. Sim, deu água na boca o prato..delícia! (acho que estou com fome..rs)

    ResponderExcluir
  2. O seu prato está lindo, deu até vontade!!! Obrigada pelas dicas, na próxima semana já poderei conferir de perto. Bjs Márcia Costa

    ResponderExcluir
  3. Muito boa pesquisa, e bem esclarecedora.
    Um abraço Guia.

    ResponderExcluir
  4. Ri aqui pensando... "Marília encontrou a arca em Dublin, comprando verdura mais barato." Muito bom!
    Ah, fui lá na curva hoje, com Juliana, mas ela está muito saliente com leandro... acho que passarei uns dias sem aparecer... beijo, saudade.

    ResponderExcluir
  5. Olá, vc já sabe que quase todos viram pra o carnaval aqui em Catolé? Pois bem, estamos tbm pensando em fazer uma camiseta pra toda família, Denize pediu a um amigo pra fazer a arte que ficou muito boa, com os seguintes dizeres: CAJUEIRO DAS MANGAS. Sua mãe tbm vem. Depois mando a arte pra vc ver.
    1.000 beijocas.

    ResponderExcluir
  6. Ju, minha diversão aqui agora é cozinhar. Já fiz até o caldo verde!
    Márcia, se você cozinha, vai ver que dá pra fazer de tudo, com gostinho brasileiro.
    Mainha, já encontrei até feijão macassar numa loja asiática, mas tava cheio de gorgulho!
    Amiga... saudade até de Leandro trazendo um caldinho de peixe, e uma ou duas Skol rsrs
    Eita, Vanusa! a festa será grande. Infelizmente só acompanharei por fotos.

    Marília

    ResponderExcluir
  7. Tem certeza que a comida daí é boa? Tudo é tão diferente.O prato tava bonito, e nem é tão caro né? Abraço.

    ResponderExcluir
  8. Oi! parabéns pelo blog! Vou pra Athlone em setembro, to adorando tudo que o que pesquiso sobre a Irlanda, mas só por curiosidade: tu encontro erva mate (pro meu chimarrão..sou gaúcha) em alguma das lojas brasileiras? abraços. Muito bom o blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Fernanda,

      Obrigada pelo comentário =)

      Nossa não conheço Athlone ainda...

      Em Dublin há algumas lojas Brasileiras e com certeza voce vai encontrar erva mate.

      Abraços e boa sorte na Ilha verde!

      Excluir

Vou achar arretado se você deixar um comentário para este post. Grata,
Marília.